(47) 2125.2537 (47) 9 9111.5545 (Dra. Karine Pelissari) (47) 9 9208.5545 (Dr. Pablo Arruda)

Queda de cabelo: Quais as causas e tratamentos?

7 de janeiro de 2021

Muitas pessoas se incomodam com a queda de cabelo, mas, de acordo com especialistas, perder em média 100 fios por dia é totalmente normal. Quando o número é superior ou ainda observa-se falhas e perda de densidade, deve-se procurar um dermatologista

Em casos de calvície, queda crônica ou aguda por causas externas, como estresse e anemia, as madeixas podem ser tratadas com a ajuda de procedimentos realizados na clínica. 

Por isso, neste post, vou explicar do que se trata a queda de cabelo, diferenciando-a da calvície, e apresentar algumas das principais causas e tratamentos para combater esse problema. Confira!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O que é queda de cabelo?

Os fios de cabelo passam por um ciclo de vida que envolve crescimento, repouso e queda. Se tudo vai bem, esse ciclo é contínuo. Então a queda de cabelo é um processo fisiológico e de renovação, mas não pode ser excessivo.

Perder até 50 a 100 fios por dia é absolutamente aceitável, já que o couro cabeludo tem mais de 100 mil. No entanto, cada pessoa tem o seu padrão de perda. 

Caso você comece a perceber um aumento na quantidade de fios perdidos por dia, seja no travesseiro, no pente ou na escova de cabelo, é bom se certificar de que isso não representa um problema de verdade.

A queda de cabelo, ou eflúvio telógeno agudo, é muito comum e representa alguns desequilíbrios internos do organismo. No entanto, não são raras as vezes em que queda de cabelo e calvície são confundidos, usando ambas como palavras sinônimas.

Eflúvio telógeno agudo é uma perda em excesso com um motivo bem definido. 

O processo pode ser autolimitado, geralmente, por 3 meses, mas exige diagnóstico. O tratamento pode ser expectante ou direcionado para a causa que precipitou a queda dos fios.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Quais as causas da queda de cabelo?

A queda de cabelo pode estar relacionada a diversos fatores. Não se pode negligenciar a perda dos fios, pois ela representa, de fato, outras doenças ocultas e pode ser um indicativo de que algo mais grave e não meramente estético.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

As principais causas de queda de cabelo são:

  • Alterações hormonais (tireóide e hormônios sexuais)
  • Deficiência de minerais e vitaminas;
  • Anemia ou diminuição da ferritina;
  • Sífilis;
  • Doenças autoimunes;
  • Traumatismos físicos;
  • Cirurgias de pequeno, médio ou grande porte;
  • Queimadura no couro cabeludo;
  • Ingestão de hormônios;
  • Tabagismo;
  • Estresse, ansiedade ou depressão;
  • Fatores genéticos;
  • Alguns medicamentos, como antidepressivos, ansiolíticos, corticóides;
  • Tratamento contra o câncer (quimioterapia e radioterapia);
  • Pós-parto e amamentação;
  • Envelhecimento;
  • Início ou interrupção de anticoncepcional.

Diante disso, não se pode atribuir a queda de cabelo simplesmente ao estresse ou à ansiedade. Agindo dessa maneira, diminui-se a importância do quadro e um sinal de alerta que o corpo tenta comunicar pode ser ignorado.

Além disso, a calvície masculina e feminina são diferentes. Nos homens, ela tem uma participação mais definitiva da dihidrotestosterona. 

Ela é responsável por diminuir o tempo de crescimento (fase anágena) dos cabelos nas regiões frontal e temporal, além de causar um afinamento progressivo e crônico até o desaparecimento completo do fio.

Nas mulheres, os hormônios androgênicos têm uma participação mais discreta. O afinamento também acontece, mas é mais difuso e menos proeminente. 

Dessa maneira, o homem pode desenvolver uma calvície completa. Já a mulher desenvolve uma rarefação difusa, mas não perde completamente os cabelos.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Confira alguns tratamentos dermatológicos

Atualmente existem diversas técnicas para tratamento capilar que podem ajudar na recuperação da região:

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Microagulhamento com drug delivery

A técnica possibilita que substâncias terapêuticas atinjam camadas mais profundas da pele, estimulando o crescimento do cabelo. O dispositivo é passado sobre as áreas afetadas, em várias direções, criando canais no couro cabeludo. Ali serão absorvidos os medicamentos, vitaminas e fatores de crescimento.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Laser de diodo e luz infravermelha

O tratamento contra a queda dos cabelos com laser de baixa potência é totalmente indolor, não tóxico e não invasivo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Laser fracionado não ablativo

Estimula o crescimento dos fios e reduz a inflamação dos folículos, provocando alterações celulares e bioquímicas no ciclo de crescimento das madeixas. É indicado para diferentes causas de queda e age através da penetração dos raios fracionados, permitindo a entrada de medicamentos e vitaminas para nutrir o couro cabeludo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Intradermoterapia capilar

São microinjeções de vitaminas, aminoácidos, antiandrógenos e outros princípios ativos no couro cabeludo que diminuem a queda e estimulam o crescimento. A quantidade de sessões e os intervalos de tempo dependem da avaliação médica.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Quais os mitos e verdades sobre a queda de cabelo?

Muitas vezes, são divulgadas diversas notícias e artigos que apresentam equívocos sobre a perda de cabelo e o que a causa. 

Veja, a seguir, alguns dos mitos e verdades sobre este assunto:

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O cabelo cresce mais rápido se você cortá-lo

MITO – Cortar o cabelo pode significar que você está sentindo uma queda menor, já que terá removido quaisquer pontas duplas e seu cabelo ficará mais saudável, mas não terá impacto na queda de cabelo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O cabelo oleoso cai mais frequentemente

VERDADE – O sebo deixa o cabelo “sujo” e pode obstruir o folículo. Isso significa que ele deixa de funcionar corretamente, portanto, a oleosidade pode sim favorecer a queda dos fios. Afinal de contas, o microbioma está desequilibrado.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Perdemos mais do nosso cabelo no outono

VERDADE – Somos mamíferos, logo, o cabelo cai naturalmente no outono. O clima da estação atribui uma porção de fatores que fazem com que os fios caiam mais frequentemente durante essa época. Desse modo, o período em que mais se renova ocorre durante as demais épocas do ano.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Ansiedade e estresse podem afetar a perda de cabelo

VERDADE –  O estresse é a causa número um de perda de cabelo. E quando as pessoas percebem que muitos fios de cabelo estão caindo, a tendência é se preocupar ainda mais, o que se torna um círculo vicioso. 

Estresse crônico pode elevar o nível de cortisol. E o uso de medicamentos para controlar o estresse (ansiolíticos) também podem precipitar queda de cabelo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Lavar o cabelo diariamente faz com que caia mais

MITO – Isso não apenas é mito, como, na verdade, essa prática pode ter o efeito oposto. Se o seu cabelo ficar oleoso todos os dias, é melhor lavá-lo para evitar o excesso de sebo que bloqueia os folículos.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Escovar o cabelo quando está molhado significa que mais vai cair

MITO – Os cabelos que estão em processo de queda vão sair em algum momento, que pode ser ou não durante a escovação. Recomendamos não escovar os fios molhados para não danificar a haste, que fica mais vulnerável quando está úmida.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Beber e fumar faz seu cabelo cair mais

VERDADE – Além de ser ruim para sua saúde física, beber e fumar faz com que o cabelo perca a vitalidade e até caia. Os hábitos causam mais impacto na saúde dos cabelos do que realmente aparentam.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Quando buscar auxílio de um profissional?

Se você estiver perdendo grandes quantidades de cabelo todos os dias, agende uma consulta dermatológica. Na maioria das vezes, a perda de cabelo ocorre sem outros sinais de doença.

Se determinados sintomas ocorrerem junto com a perda de cabelo, pode indicar uma condição médica mais grave. Alguns deles são:

  • Pouco apetite;
  • Prisão de ventre;
  • Diarreia;
  • Problemas respiratórios;
  • Perda de peso;
  • Problemas de pele.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Como evitar?

Você pode seguir algumas dicas de higiene capilar para deixar o cabelo menos propenso a cair, como:

  • Evite penteados que tracionam os fios;
  • Dispense ferramentas de modelagem de cabelo de alta temperatura;ou pelo menos evite;
  • Evite descoloração e alisamentos;
  • Use um xampu adequado;
  • Utilize uma escova macia feita de fibras naturais;

Gostou deste post? Então não perca tempo e entre em contato para tirar todas as suas dúvidas!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Dra Karine Pelissari

Na Clínica Pelissari integramos os conceitos de saúde, beleza e bem estar, aliando alta tecnologia e modernas técnicas a um ambiente elegante, seguro e acolhedor. A clínica possui uma equipe treinada e qualificada para oferecer um atendimento diferenciado. Agende uma consulta!